Uma vitória extraordinária do PS sobretudo no Algarve? "Esqueceram-se do voto em mobilidade e das pessoas que estavam a votar no Algarve"

10 jun, 01:52

Para Miguel Sousa Tavares "a grande ameaça que pairava sobre a Europa foi afastada", por isso, Ursula von der Leyen poderá governar "sem recorrer à extrema direita".

No entanto, ao contrário de outros comentadores acha "que ela começou bem o mandato" e terminou pior. Criticando a sua visita a Israel dizendo que ela tem valores "que se palicam à Ucrânia e não se aplicam a Israel".

Sobre os resultados nacionais o comentador lamentou a posição do PS que falou numa no "maior partido da oposição", "numa vitória estrondosa, sobretudo no Algarve". Para acrescentar em seguida que "esqueceram-se do voto em mobilidade e das pessoas que estavam a votar no Algarve".

Política

Mais Política

Mais Vistos

Patrocinados