"Uma desagradável surpresa" rejeitada pelo Governo. A discórdia entre a Endesa e o Governo

31 jul, 20:56

O verniz estalou entre a Endesa e o Governo: enquanto a empresa defende que vai haver um aumento de cerca de 40% no preço da energia, o Governo afirma que "não vê qualquer justificação no aumento de preços que foi comunicado".

Governo

Mais Governo

Patrocinados