"Um terço das munições e dos mísseis da Coreia do Norte têm defeito" mas Putin precisa muito deles para atacar a Ucrânia

19 jun, 20:51

O major-general Isidro de Morais Pereira analisa a deslocação de Vladimir Putin a Pyongyang, naquela que é a primeira visita do presidente russo à Coreia do Norte em 24 anos. Uma "necessidade a quanto obrigas" de Putin para alimentar a guerra na Ucrânia, nomeadamente de munições 152mm e 122mm, bem como mísseis, "que a Coreia fornece em grandes stocks".

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados