UE e NATO devem continuar a atuar dentro dos limites, diz Marcelo Rebelo de Sousa

12 abr, 23:07

O presidente da República reiterou a necessidade da NATO e da União Europeia atuarem dentro dos limites dos tratados internacionais, a propósito da guerra na Ucrânia.

O tema foi inevitável na receção ao presidente da Bulgária que está de visita a Portugal. Este defende uma investigação aos crimes de guerra e lembra que a entrada da NATO no conflito poderia resultar numa terceira guerra mundial. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados