Ucrânia: "Realização dos referendos significa que a Rússia não quer abdicar de nenhuma daquelas regiões"

28 set, 08:43

O comentador CNN Portugal e coronel Carlos Mendes Dias afirma que a Rússia deverá invocar o artigo 51.º da Carta das Nações Unidas, que prevê o recurso à legítima defesa, caso uma das quatro regiões ucranianas controladas por Moscovo seja atacada.

Europa

Mais Europa

Patrocinados