Ucrânia prepara-se para proibir as atividades religiosas consideradas pró-russas: a igreja é  "um braço do antigo KGB", diz Ireneu Teixeira

3 dez 2022, 09:46

Ireneu Teixeira, jornalista da CNN Portugal, comenta os últimos acontecimentos na guerra da Ucrânia, desde os atos de sabotagem realizados pelos russos aos "pacotes sangrentos" que foram recebidos por várias embaixadas ucranianas. Esta semana, o Conselho de Segurança da Ucrânia apresentou um projeto-le, que vai agora ao Parlamento, para se proibirem as atividades religiosas consideradas pró-russas. "O que está a acontecer cada vez mais é que os agentes secretos da Ucrania estão a fazer raids a várias igrejas e mosteiros e encontrara muita literatura pró-russa, passaportes de cidadãos russos infiltrados e muito dinheiro. Houve denúncias de alguns cultos onde se cantavam músicas a enaltecer a mãe-rússia", explica Ireneu Teixeira. A igreja russa é considerada pelas formas de segurança da Ucrânia como "um braço do antigo KGB".

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados