Ucrânia: "Não se faz uma cimeira sem convidar as duas partes"

1 jun, 11:09

Vítor Gabriel Oliveira, secretário-geral da SEDES Europa considera que, "nesta altura, os países ocidentais deveriam ter uma atitude mais responsável". Ou seja, perante a conferência de paz sobre a Ucrânia marcada para a Suíça no próximo mês, falta, na sua opinião, algo determinante: "Não se faz uma cimeira sem convidar as duas partes".

O que não significa que os países devam deixar de apoiar a Ucrânia já que é "um Estado sobenaro" que está perante "uma agressão".

Comentadores

Mais Comentadores

Mais Vistos

Patrocinados