“Tudo o que aconteceu era previsível. Esta guerra podia ser evitada”. Entrevista com David Satter, correspondente americano expulso da Rússia

10 set, 16:47

Este domingo é marcado pelas eleições locais russas, que também vão abranger os territórios ocupados na Ucrânia. David Satter, o primeiro correspondente americano a ser expulso da Rússia desde a Guerra Fria, alerta para os candidatos e até eleitores sem qualquer relação prévia com as regiões anexadas.

Numa reflexão sobre o momento atual, o jornalista e historiador considera ainda que tudo isto era previsível porque, durante anos, o ocidente simplesmente não queria enfrentar a realidade da liderança de Vladimir Putin.

Para Satter, os russos sabem que a guerra não está a correr bem, mas o sentimento patriótico imposto pelo poder político e pelas agências estatais tem vedado protestos e considerações racionais da população sobre o conflito.

Uma entrevista conduzida por João Póvoa Marinheiro.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados