"Tudo indica que, se fosse para constituir António Costa arguido, seria hoje"

24 mai, 23:28

Na edição desta semana do Contrapoder, Ana Sá Lopes defende que o facto de António Costa ter sido ouvido pelo DCIAP como testemunha e não arguido pode "ter uma leitura política, evidentemente". “Tudo indica que, se fosse para constituir António Costa arguido, seria hoje”, vinca.

Política

Mais Política

Mais Vistos

Patrocinados