"Tu não vais passar deste ano, tu e o teu irmão vão morrer". Irmã de Renato Gonçalves diz ter sido ameaçada antes da morte de Igor

Jornalista da editoria de Sociedade. Acompanha as áreas de Justiça e Administração Interna.
13 jun, 21:49

Em entrevista exclusiva à TVI/CNN Portugal, os familiares de Renato Gonçalves e Marco Orelhas, suspeitos da autoria do homicídio de Igor Silva nos festejos do título do FC Porto, relataram o que viveram nos meses antes da morte de Igor Silva.

Os desentendimentos entre Igor e Renato terão começado em janeiro, num bar em Matosinhos e a família conta que começou a receber ameaças de morte pouco depois. No dia do clássico no estádio da Luz, a irmã de Renato terá recebido uma mensagem de uma amiga que a alertava para o facto de Igor estar presente no estádio, e armado.

Já no dia do jogo no Porto, o reencontro entre os dois termina com a morte de Igor. A mãe de Renato recorda o momento em que se despediu do filho, quando o jovem de 19 anos decidiu entregar-se à Polícia Judiciária (PJ).

País

Mais País

Patrocinados