Trinta anos de escravidão: padre e freiras condenados a pena de prisão por escravizarem noviças em Famalicão

1 jul, 21:18

O Tribunal de Guimarães aplicou pesadas penas de prisão a um padre e três freiras, acusados de escravizarem noviças numa fraternidade missionária de Famalicão.

As penas de prisão efetivas vão dos 12 aos 17 anos, apesar da  idade avançada de alguns arguidos

País

Mais País

Patrocinados