Têm clitóris, vulva e lábios, mas não têm vagina. Andreia e Joana sofrem da Síndrome de Rokitansky: “Só me lembro de chorar”

19 out, 23:07

Andreia Trigo e Joana Freire nasceram sem vagina nem útero. Ambas sofrem da Síndrome de Rokitansky, que afeta uma em cada cinco mil mulheres. No Hospital de Santa Maria, em Lisboa, submeteram-se a uma cirurgia plástica inovadora, que poucos cirurgiões plásticos estão habilitados a fazer. Hoje, têm uma neovagina, uma vida sexual normal e ainda sonham em vir a ser mães um dia. Uma reportagem da jornalista Maria João Rosa, transmitida no Repórter TVI, no Jornal das 8.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados