TAP recua na decisão de comprar carros de luxo. Era um "problema de bom senso", diz Marcelo

6 out, 21:42

Um dia depois de Marcelo Rebelo de Sousa pedir "bom senso", a TAP recua na compra de carros de luxo para as chefias da empresa. Uma decisão incompatível com o argumento de que a transportadora aérea iria poupar dinheiro com a nova frota de automóveis. 

País

Mais País

Patrocinados