TAP prevê cancelar 400 voos até 2023 e justifica-se com “ausência de profissionais”. Pilotos contestam a argumentação

Jornalista de Economia
1 nov, 20:50

Os pilotos da TAP recusam o argumento da companhia aérea sobe o cancelamento de centenas de voos até ao final do ano. A transportadora prevê cancelar cerca de 400 ligações, afirmando que tal se deve à ausência de pilotos por licenças de parentalidade.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados