Suspeitas de corrupção na Madeira “era a última coisa que Luís Montenegro queria que lhe acontecesse” - e demora na tomada de decisão “poder-lhe-á custar umas centenas ou milhares de votos”

27 jan, 16:49

Raquel Abecasis defende que este casos de suspeitas de corrupção na Madeira, que levou à renúncia de Pedro Calado do cargo de presidente da câmara do Funchal e de Miguel Albuquerque de presidente do governo regional da Madeira, “era a última coisa que Luís Montenegro queria que lhe acontecesse”.

No entanto, a comentadora considera que “obviamente houve uma tentativa de protelar no tempo uma tomada de decisão”, algo que, diz, “não beneficiou o PSD a nível nacional, o que lhe poder-lhe-á custar umas centenas ou milhares de votos”.

 

Partidos

Mais Partidos

Mais Vistos

Patrocinados