Soldados condenados à morte: Kiev garante que combatentes estrangeiros já estavam na Ucrânia antes do conflito

10 jun, 20:50

A pena de morte a que foram condenados os 3 combatentes estrangeiros capturados pelos russos na Ucrânia pode constituir um crime de guerra. Isso mesmo foi revelado pela porta-voz das Nações Unidas para os Direitos Humanos.

Londres considera que a sentença é uma farsa e a Ucrânia garante que são soldados que já estavam no país antes da guerra.

A televisão britânica Sky News fez uma reportagem com dois dos combatentes nas trincheiras em janeiro, um mês antes de começar o conflito.

Europa

Mais Europa

Patrocinados