“Situação de vida ou morte”. Carta de Rendeiro à ONU falava numa “bomba relógio” devido às condições da prisão

13 mai, 16:25

João Rendeiro foi encontrado morto na prisão de Westville, numa cela que dividia com mais 50 reclusos. As circunstâncias da morte ainda estão sob investigação, mas a carta enviada pela defesa do ex-banqueiro às Nações Unidas alertava para uma situação de “bomba relógio”.

País

Mais País

Patrocinados