"Sinto que estou cada vez em condições mais precárias": professores protestam em Matosinhos por melhores condições salariais

Jornalista
10 jan, 13:26

Os protestos dos professores repetem-se um pouco por todo país. Em Matosinhos, no agrupamento de escolas Abel Salazar de São Mamede de Infesta, alunos, funcionários e pais juntam-se na defesa das reivindicações dos docentes.

Educação

Mais Educação

Mais Vistos

Patrocinados