Sete bombeiros reencontrados na Guarda “devem ser substituídos”: precisam de recuperar para lidar com fogo “bastante violento”

15 ago, 21:44

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, António Nunes, explica que é recomendável que os bombeiros com os quais foi perdido o contacto na Guarda “devem ser substituídos”. “Faz parte das normas, para não perigar a vida de ninguém”, resume. O especialista defende que, do ponto de vista emocional, estes operacionais não estarão prontos para lidar com um incêndio que define como sendo “bastante violento”.

País

Mais País

Patrocinados