“Seria hoje feriado na Ucrânia se o país não estivesse em guerra”

25 dez 2023, 11:19

Helena Lins, enviada especial da CNN Portugal a Kiev, explica que os ucranianos decidiram, passados mais de cem anos, voltar a celebrar o natal a 25 de dezembro para se conseguirem “distanciar do legado russo, mas principalmente da igreja ortodoxa russa, que tem apoiado a guerra desde o início”.

“Seria hoje feriado na Ucrânia se o país não estivesse em guerra”, diz, explicando que a lei marcial 'anula' os feriados em tempos de guerra, mas que, ainda assim, os ucranianos celebram a quadra.

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados