Sérgio Sousa Pinto sugere baixa dos impostos da classe média: "Vai receber 125 euros que foi ela própria que pagou"

14 set, 01:11

Sérgio Sousa Pinto defende que, face a um cenário de emergência social, resultado de uma inflação muito forte, deviam ser priorizadas "as pessoas com dificuldade em alimentar-se convenientemente e em aquecer as suas casas". Soma ainda o facto de a classe média em Portugal não precisar de um voucher de 125 euros, uma vez que "está fartíssima de saber que foi ela própria que pagou". Em alternativa, o comentador da CNN Portugal sugere "uma baixa de impostos que gerasse um ascréscimo de rendimento".

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados