Seca severa em Portugal: não podemos estar sempre "com medidas de emergência"

22 jun, 15:27

Foram aprovadas, na terça-feira, novas regras para combater a seca em Portugal. As 28 novas medidas foram decididas no final da reunião da comissão que está a acompanhar o problema e, entre elas, estão restrições acrescidas à rega e o encerramento de fontanários e jardins.

Este ano está a ser o mais seco de sempre e dois terços do país estão em seca extrema. Há também várias barragens que estão em níveis preocupantes.

O ministro do Ambiente disse, na terça-feira, que é importante termos atenção à forma como utilizamos a água e admite medidas mais drásticas se a situação piorar. Ainda assim, garantiu, o país tem água suficiente para dois anos.

Numa análise às medidas anunciadas, Joaquim Poças Martins, Diretor da Secção de Hidráulica, Recursos Hídricos e Ambiente na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, considerou-as "corretas e bem-vindas". 

"Devemos estar gratos a um sistema num país em que mesmo num dos anos mais secos de sempre, continuamos a ter água em casa", disse, acrescentando ainda que as medidas do Governo "dão prioridade ao abastecimento público". 

Ainda assim, alertou que não é sustentável o país "estar todos os anos com medidas de emergência", porque "estas secas vão ser recorrentes". 

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados