“Se houve um erro não será ignorado”. Diretora-clínica do Amadora-Sintra promete “averiguações” e “consequências” após denúncias

13 jan, 10:55

Ana Maria Herrero Valverde, diretora-clínica do Hospital Amadora-Sintra, foi quem deu a cara após a notícia do Expresso, que dá conta de denúncias que alertam para “mortes e mutilações” no serviço de cirurgia. Ana Valverde garante que o caso será averiguado “até às últimas consequências”.

Saúde

Mais Saúde

Mais Vistos

Patrocinados