"Se continuarmos assim, em 2050 vamos ter mais plástico do que peixes nos oceanos". Em Lisboa, rema-se contra o tempo para proteger os oceanos

Jornalista TVI e TVI24
28 jun, 22:35

O plástico assumiu-se nos últimos anos como uma das maiores ameaças ao equilíbrio da vida na terra e sobretudo no mar. Na Conferência das Nações Unidas que decorre esta semana em Lisboa, o assunto foi debatido por especialistas de todo o mundo.

Embora possa parecer estranho parecer estranho, a solução está nas tecnologias nucleares, que podem ajudar a fazer desaparecer parte dos microplásticos que contaminam a água, a natureza e a saúde humana.

País

Mais País

Patrocinados