Rússia tentou "impedir que a situação euroatlântica se deteriorasse", mas Ocidente rejeitou propostas de Putin

Jornalista da Editoria de Internacional
1 dez 2022, 20:32

O presidente da China voltou a apelar à resolução da guerra na Ucrânia através de negociações, durante um encontro em Pequim com o presidente do Conselho Europeu. 

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia remete a responsabilidade do conflito para o Ocidente e diz que a guerra poderia ter sido evitada em dezembro do ano passado, quando o Putin fez propostas sobre garantias de segurança e um possível tratado entre a Rússia e a NATO. 

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados