Rússia matou 600 soldados? Repórteres em Kramatorsk não encontraram vestígios

Jornalista TVI e TVI24.
8 jan, 22:27

A Rússia reclama a morte de mais de 600 soldados ucranianos durante um bombardeamento contra Kramatorsk, na região de Donbass. Moscovo assume que a matança foi uma resposta ao ataque ucraniano na noite de ano novo, em Makiivka, no qual morreram pelo menos 89 militares russos. 

Por outro lado, a Ucrânia desmente a alegação das 600 baixas e os repórteres que estiveram em Kramatorsk também não encontraram vestígios de um bombardeamento com consequências tão devastadoras. 

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados