"Rússia está a recrutar prisioneiros, mas são pessoas sem experiência. São carne para canhão"

11 ago, 09:14

Sandra Costa, especialista em relações internacionais, afirma que os prisioneiros que a Rússia está recrutar para combater na Ucrânia "não serão eficazes a nível operacional", dado que apenas terão duas semanas de treino militar antes de rumarem à frente de batalha.

Europa

Mais Europa

Patrocinados