Rússia diz que já se renderam quase 2 mil soldados da Azovstal. Prisioneiros de guerra vão para colónia penal

20 mai, 13:21

A retirada dos militares ucranianos em Azovstal continua. Em declarações à agência russa TASS, o líder da autoproclamada República de Donetsk diz que mais de metade dos resistentes já foram retirados.

A Ucrânia não avança com um número para não comprometer a operação.

Por outro lado, na quinta-feira à noite, um dos líderes do Batalhão Azov gravou uma mensagem a partir do complexo siderúrgico com palavras de resistência.

Europa

Mais Europa

Patrocinados