Rússia acusa secreta ucraniana: espia colocou bomba no carro em que morreu Darya Dugina

Jornalista TVI e TVI24
22 ago, 23:34

A Rússia acusa os serviços secretos ucranianos de serem os responsáveis pelo atentado que matou Darya Dugina.

A filha de um dos mais conhecidos ideólogos ultranacionalistas da Rússia morreu quando explodiu uma bomba colocada no carro que conduzia.

O alvo do atentado seria o pai, Alexandr Duginque, que, à última hora, trocou de carro com a filha.

Europa

Mais Europa

Patrocinados