"Rússia acaba de ser vítima de si própria, teve uma ambição desmedida e desvalorizou o adversário"

11 set, 16:38

O major-general Isidro Morais Pereira analisa os últimos acontecimentos da guerra na Ucrânia, depois de se saber que as forças ucranianas avançaram cerca de 70 quilómetros. Segundo o major-general espera-se que o sucesso ucraniano continue, estando perto de tomar Lysychansk.  

Segundo explica, a retirada russa anunciada no sábado não terá sido organizada, a "Rússia acaba de ser vítima de si própria, teve uma ambição desmedida e desvalorizou o adversário", realçando que "a estratégia operacional se revelou desastrosa." Por outro lado, evidencia as estratégias que poderão ser implementadas pelas forças ucranianas. 

Como nota final, Isidro Morais Pereira declara que chegam informações credíveis de militares russos que estão a desistir da guerra" e que entidades administrativas russas "começam a pedir a resignação de Vladimir Putin."

Europa

Mais Europa

Patrocinados