Rússia abre investigação à morte de Darya Dugina, filha do ideólogo de Putin. Autoridades falam em crime "premeditado"

22 ago, 11:04

A Rússia abriu uma investigação à morte de Darya Dugina, filha de um dos principais ideólogos de Vladimir Putin. Fonte do Kremlin acusa a Ucrânia de estar por detrás da explosão do carro, em Moscovo, mas o ataque foi reivindicado por um grupo de guerrilheiros russos.

Aviso: algumas imagens podem ser chocantes.

Europa

Mais Europa

Patrocinados