Rolando Santos: "Não me parece que Lukashenko tenha muito interesse em entrar neste conflito de forma direta"

Jornalista da Editoria de Internacional
30 dez 2022, 12:18

A Bielorrússia está a investigar a queda de um míssil ucraniano no país para perceber se se tratou de um acidente ou de uma ação intencional.

A comprovar-se que provém efetivamente da Ucrânia, Rolando Santos acha "pouco provável" que a ação tenha sido intencional. "A Ucrânia não tem obviamente nenhum interesse em estar a provocar os bielorrussos. Já tem muito que fazer", argumenta.

O jornalista da CNN Portugal levanta ainda a hipótese da Bielorrússia usar este incidente como pretexto para a intervenção de que tanto fala, ainda que não lhe pareça que Lukashenko tenha interesse em "entrar neste conflito de uma forma mais direta". 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados