"Respeitamos a liberdade de expressão mas há afirmações sem cabimento": Universidade de Aveiro explica suspensão de docente homofóbico

4 jul, 15:55

Docente Paulo Lopes, da cadeira de Física, assumiu-se como homofóbico e apelou mesmo à violência. O reitor da Universidade de Aveiro,  Paulo Jorge Ferreira, explica agora os motivos da suspensão do professor

Educação

Mais Educação

Patrocinados