Reatores da central nuclear de Zaporizhzhia estão desligados. "Deve ser tratado num quadro diferenciador daquilo que é o conflito militar", diz Sónia Sénica

26 ago, 10:04

Todos os reatores da central nuclear de Zaporizhzhia estão, nesta altura, desligados da rede elétrica ucraniana, algo que pode vir a prejudicar o funcionamento da central. Sónia Sénica explica que está em causa a refrigeração, mas também aquilo que é "a segurança das próprias infraestruturas". "Parece-me que, de alguma forma, deve ser tratado exatamente num quadro diferenciador daquilo que é o conflito militar", considera a comentadora da CNN Portugal. "Quase que numa certa tentativa de replicar aquilo que foi o alcance dado com a Iniciativa de Istambul, no que concerne o desbloqueio dos cereais ucranianos".

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados