"Quem está a praticar o genocídio da população é a Rússia e não a Ucrânia"

23 nov, 10:51

O historiador António José Telo defende que é necessário ter "uma visão de conjunto" no conflito entre Rússia e Ucrânia e, apesar de admitir crimes de guerra de ambos os lados, defende que a Rússia pode ser condenada por genocídio, nomeadamente por tentar matar ao frio milhões de ucranianos que sofrem com os cortes de energia provocados pelos ataques às infraestruturas de distribuição de eletricidade. 

Já Agostinho Costa defende que esta é uma "análise simplista" e que esta guerra mostra que "não vivemos num mundo branco e preto onde há os bons e os maus", pelo que "não é necessário entrarmos num discurso de negação".

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados