O perfil de um incendiário já não é linear: há detidos com formação académica e que recorrem a dispositivos elaborados

10 ago, 14:52

Antes eram sobretudo homens iletrados, com problemas de alcoolismo e que utilizavam o isqueiro para atear as chamas. Já não é bem assim

País

Mais País

Patrocinados