Quais são os verdadeiros interesses de Elon Musk ao comprar o Twitter?

27 abr, 22:05

Quais são os verdadeiros interesses de Elon Musk ao comprar o Twitter? Essa é uma pergunta para a qual não temos resposta, diz António Costa, diretor do Eco e comentador da CNN Portugal. O que parece é que Musk quer "servir os seus próprios interesses, mas desde que cumpra as regras e as leis, estará a fazer um bom serviço face ao que existe hoje", pois a verdade é que atualmente "nós não percebemos, exatamente, quais são os critérios com que as redes sociais suspendem contas, quais são os critérios que os algoritmos usam para hierarquizar a informação".

No momento em que a União Europeia aprova o Digital Act Service, que estabelece as regras de boa convivência digital, defendendo que o que é ilegal offline tem de ser ilegal online, Elon Musk "diz que quer dar outra relevância a esta praça digital. Promete mais transparência e mais liberdade de expressão para que todos possam dar a sua opinião. Isso é aceitável?", questiona António Costa, sublinhando que "o Twitter não é um meio de comunicação social mas é um meio de comunicação" e que este negócio não se concretizará antes do final do ano.

Tecnologia

Mais Tecnologia

Patrocinados