Putin está a unir cada vez mais a UE: "Quem ameaçava quebrar a solidariedade europeia, percebe agora que Putin poderá, mais tarde ou mais cedo, entrar na sua casa sem bater à porta"

22 set, 12:33

O discurso de Vladimir Putin teve como consequência imediata o anúncio de mais sanções da União Europeia contra a Rússia. O politólogo José Filipe Pinto lembra que o discurso do chefe de Estado russo assenta na lógica do euroasianismo, cujo "grande inimigo" é precisamente o Ocidente.

Perante esta ameaça, os 27 têm de manter a união, pelo que esta é, sem dúvida, uma "prova de fogo para a democracia".

Europa

Mais Europa

Patrocinados