Putin admite "problemas" nos primeiros dias da mobilização parcial

29 out, 09:43

O presidente russo reuniu-se com o ministro da Defesa, que lhe comunicou que já foi cumprida a meta de mobilização de 300 mil homens para a "operação militar especial" - assim é descrita a guerra por Moscovo - na Ucrânia.

Putin congratulou-se com o sucesso da mobilização mas admitiu que houve dificuldades nos primeiros dias, apenas porque uma mobilização era algo que "há muito tempo" não acontecia no país.

Europa

Mais Europa

Patrocinados