Problemas do SNS têm vindo a agravar-se, mas "não são de hoje" e não parecem ter "solução à vista"

4 dez 2022, 16:54

Carlos Cortes, candidato a Bastonário da Ordem dos Médicos e atual Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, comentou as declarações do ministro da Saúde em entrevista ao JN e à TSF.

A leitura que se pode fazer assenta em dois pontos essenciais: a aparente "aceitação" de que os médicos portugueses escolham o estrangeiro, sem criar condições adequadas para que exerçam a profissão no país, e a questão das Unidades de Saúde Familiar (USF), cuja reforma tem sido "travada" pelos sucessivos governos. 

Saúde

Mais Saúde

Mais Vistos

Patrocinados