Primeiro-ministro húngaro afirma que não é racista

28 jul, 22:04

O primeiro-ministro da Hungria diz que não é racista e que as políticas anti-imigração do seu governo são uma questão de proteção cultural. As palavras de Viktor Orbán caíram mal na União Europeia e provocaram uma baixa no executivo húngaro.

Europa

Mais Europa

Patrocinados