Presidente da Transnístria acusa Ucrânia de o tentar matar

Jornalista da Editoria de Internacional
10 mar, 14:26

O Presidente da República Separatista da Transnístria acusou a Ucrânia de ter tentado assassiná-lo. Há forças de Moscovo estacionadas naquele enclave de língua russa na Moldova e as acusações de parte a parte têm aumentado nos últimos meses. O Kremlin também fala de provocações nas regiões pró-russas da Geórgia. 
 

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados