Presidente da Eslovénia impedido de embarcar na TAP

18 fev, 14:36

Em causa está a comitiva do presidente da Eslovénia, que, depois da visita oficial a Lisboa, foi impedida de entrar num voo da TAP porque chegou atrasada à porta de embarque.

O avião seguiu sem o presidente, que acabou por viajar num voo pago pelo Estado português.

A comitiva terá chegado três minutos atrasada à porta de embarque do voo TAP com destino a Zurique e, apesar do atraso não ter sido grande, a porta já estava encerrada e não foi reaberta, apesar dos esforços dos elementos do protocolo de estado que acompanhavam a comitiva.

Política

Mais Política

Patrocinados