"Pontapeados e totalmente despidos": soldados do batalhão Azov contam maus tratos às mãos dos russos

Jornalista TVI e TVI24.
22 ago, 22:39

A Ucrânia assumiu pela primeira vez o número de baixas sofridas desde o início da invasão. O comandante das forças armadas afirma que morreram quase nove mil soldados.

 

Europa

Mais Europa

Patrocinados