Pobreza em Portugal "não é só problema dos pobres: é de todos". Combate às desigualdades é um pilar essencial da democracia

23 jan, 11:25

O número de pessoas em risco de pobreza em Portugal diminuiu em 2021, mas continuou acima dos valores pré-pandemia. Segundo dados publicados pelo INE, 10% dos trabalhadores são pobres.

Carlos Farinha Rodrigues, professor do Instituto Superior de Economia e Gestão e especialista no estudo das desigualdades e da pobreza, evidencia que estes dados dizem respeito a 2021 - período de recuperação pós-confinamento.

Em 2023, a inflação e a dificuldade no acesso a bens essenciais como a saúde e a habitação apresentam novos desafios. O especialista adverte porém que, mesmo que não se verifique um agravamento dos índices de pobreza, tal não significa que não exista a degradação das condições de vida das famílias portuguesas. 

"Não basta olhar para os recursos monetários: temos de ter em atenção a capacidade de acesso a bens de primeira necessidade", frisa Carlos Farinha Rodrigues, acrescentando que o combate à pobreza é essencial a uma sociedade democrática. 

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados