Pintor condenado a 22 anos de prisão por matar o patrão à martelada

17 jan, 15:04

O tribunal de Setúbal condenou a 22 anos e meio de prisão o trabalhador da construção civil que matou o patrão à martelada, em Setúbal, para sustentar o vício da droga.

País

Mais País

Patrocinados