Pedro Santos Guerreiro: "É altura de os portugueses acordarem e perceberem onde estão". A crise vai chegar rapidamente e vai ser dura

19 set, 21:45

Os dados de consumo ao longo deste ano de combustíveis ou de preços da habitação mostram que o país ainda não percebeu a crise em que está a entrar, diz Pedro Santos Guerreiro. "Só conheço uma pessoa otimista em relação ao próximo ano: o primeiro-ministro." A provável recessão na Alemanha, hoje admitida pela primeira vez pelo banco central, é um acelerador dessa crise que também nos vai tocar. Veja o vídeo.

Economia

Mais Economia

Patrocinados