"Os confinamentos são brutais". Amnistia explica a situação que se vive na China

29 nov 2022, 00:20

Continuam a alastra-se as manifestações contra os confinamentos e a política de tolerância zero contra a covid-19. Pedro Neto, da Amnistia Internacional, analisou a difícil situação que milhões de chineses atravessam. 

Europa

Mais Europa

Mais Vistos

Patrocinados