Olga Vovk fugiu com os dois filhos para Portugal. Para trás deixou a Ucrânia e o marido

17 mar, 18:59

Os números mais recentes avançam que já chegaram a Portugal cerca de 10 mil refugiados ucranianos e a tendência, claro, é para aumentar.

Olga Vovk faz parte desses números. A mulher agarrou nos dois filhos e para trás ficou uma vida e o marido.

Piloto da força aérea ucraniana, está incontactável há vários dias.

"Não queria vir mas não podia continuar a dormir num bunker com os meus filhos, com medo das bombas, sem comida, sem água, sem luz", adiantou Olga Vovk em entrevista à CNN Portugal.

Europa

Mais Europa

Patrocinados