"O que o mecanismo garante é que se quem for para o Governo mentir, mente por escrito"

12 jan, 23:16

Foi esta quinta-feira aprovado em Conselho de Ministros o mecanismo de escrutínio de governantes. Os futuros ministros e secretários de Estado vão ter de responder a um questionário de 36 perguntase não 34 como a ministra da Presidência tinha anunciado - que inclui uma declaração de compromisso de honra. 

Sebastião Bugalho considera que este mecanismo 'abafou' a crise política e as polémicas que envolvem membros do Governo: "Se era uma cortina de fumo, como diz a oposição, então foi uma cortina de fumo bastante eficaz". 

O comentador da CNN Portugal lembra ainda que estas perguntas já poderiam ter sido feitas anteriormente, sem que fosse preciso um documento escrito: "Porque por exemplo, no caso de Carla Alves (...), foi público que respondeu verbalmente a este questionário pelo menos em relação à pergunta dos seus processos judiciais, porque a senhora avisou". 

Comentadores

Mais Comentadores

Patrocinados